• Patricia Vieira e Francisco de Alcantara

03 dias em Taishan / Tai ´An e a Montanha dos 100 anos

O Monte Tai na Cidade de Taishan é uma das cinco montanhas sagradas da China, sendo considerada a mais importante por estar na parte mais oriental, estando ligada ao nascimento e a renovação.


ESCADARIAS PARA O PARAÍSO


É classificada pela UNESCO como um dos Patrimônios da Humanidade e durante sua subida vai-se descobrindo templos, cachoeiras, pontes e inscrições talhadas nas enormes pedras. Foi um local de peregrinação imperial a mais de 2000 anos e até hoje os chineses aos milhares, (sim aos milhares, pois estamos na China), sobem a Montanha Sagrada com os seus 7 mil degraus e 1.535 metros de altura para alcançar as portas do paraíso, e segundo a crença chinesa, quem conseguir vencer os 7.000 degraus e chegar até o topo, viverá até os 100 anos...


Bem e lá fomos nós... quando ouvimos falar do Monte Tai, achávamos que era um ponto super, mega turístico mundial, por se tratar de um dos Patrimônios da UNESCO, (sabe, quando você vai num lugar e encontra gente do mundo inteiro? franceses, alemães, americanos...) então, quando chegamos lá, éramos os únicos ocidentais dos 7 mil degraus, o restante do povo tinha o olhinho puxado, e o que aconteceu? Logo viramos mais uma das atrações turísticas do Monte Tai, quando parávamos para tirar nossas fotos, sempre tinha gente se contorcendo com seu selfie para nos enquadrar na foto deles. Fora os mais desavergonhados que nos pediam para tirar uma foto com eles.


Enquanto subíamos as escadas só ouvíamos... Hello!!! (como eles falam "halô") e respondíamos através da única palavra do nosso rico vocabulário chinês que aprendemos durante a viagem "Nihao= olá" e eles abriam largos sorrisos e sacudiam as mãos dando tchauzinhos... Nós olhávamos um para outro sem acreditar naquela cena engraçada de dois mochileiros ocidentais desavisados e a subida que era para ser feita em 4 horas, demorou 6 horas. E se um dia você vir visitar Taishan, vai comprovar que não estamos exagerando nem um pouco.


​Outra história, foi a da panqueca famosa da cidade, indicado pelo pessoal do hotel para que experimentássemos.


Quando chegamos na parte da Montanha que dá acesso ao Cable Car - sim!!! você pode subir de bondinho, mas aí não viverá até os 100 anos... na dúvida... melhor subir pelas escadas - perto do meio-dia, existiam vários restaurantes que preparavam a panqueca numa roda de pedra quente como a foto abaixo, pedimos pro senhor que preparasse uma só, vai que não seria aquilo tudo...


Ele começou a girar a roda com o pé, acrescentou a massa que já foi assando na pedra quente, então ele foi apontando os ingredientes para ver se queríamos colocar como recheio da panqueca. Apontou para o ovo, falamos ok. Ele quebrou o ovo e cozinhou com a massa, aí gesticulamos pra ele: all, all... Pode colocar tudo. Bem... tínhamos que experimentar conforme a tradição, aí ela colocou molho tipo shoyo, intestino de porco defumado (descobrimos somente mais tarde ) mas nem era tão ruim...e um fio bem largo de cebola verde... fechou a panqueca colocou num saquinho e nos deu... o tempero nesse caso foi mesmo a fome....


E assim após experimentar a famosa panqueca, continuamos a subida para as portas do paraíso.


Quando estávamos quase perto do topo, encontramos um senhor de 85 anos visivelmente cansado, cada degrau que ele subia ele recitava uma palavra, aquilo nos chamou atenção. Puxamos assunto com ele, através de um rapaz chinês que falava inglês, aí ele nos contou que faz esta subida 3 vezes por semana e que já faz isso desde seus 43 anos (ele usava uma medalha de condecoração do governo chinês) e que ele queria morrer alí mesmo subindo o Monte Taishan.


Quando soube que éramos brasileiros, tirou da sua mochila uma foto e disse que era um presente. Na foto estava ele no portal do paraíso com a data do dia anterior. A atitude e as palavras dele nos emocionou. Veio nos mostrar que devemos superar a montanha (nossos problemas) com serenidade, perserverança e nunca desistir sem antes alcançar o topo (nossos objetivos).


Grande lição!


Agradecemos a ele pelo exemplo e pela lição de vida.

Seguimos nosso caminho rumo ao topo da montanha com a certeza que nada acontece por acaso e que todos aqueles que cruzam nosso caminho sempre tem algo para nos ensinar!!!